• Impare Educação

Como planejar na Educação Infantil



         A Educação Infantil, etapa inicial da Educação Básica, está organizada dentro da Base Nacional Comum Curricular de modo a contemplar os dois eixos estruturantes estabelecidos pelas Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Infantil: Interações e Brincadeiras.

           Para tanto, a BNCC estabelece os seis Diretos de Aprendizagem e Desenvolvimento que devem ser garantidos às crianças de 0 à 6 anos incompletos por meio das vivências que os cinco Campos de Experiências possibilitam.

          Sendo assim, no contexto da escola os docentes têm o papel de aguçar a curiosidade que é inerente às crianças por meio da exploração ativa delas sobre o meio físico e social, para que a formação integral aconteça.

          É interagindo com o meio e com os outros a fim de sanar suas curiosidades que os pequenos constroem conhecimentos e consequentemente se desenvolvem.

    Nesse sentido, o professor precisa planejar atividades pedagógicas com a intencionalidade de favorecer o processo de aprendizado e de desenvolvimento, possibilitando que as crianças explorem suas potencialidades e deixem evidentes suas concepções de mundo.

       Mas como organizar o Planejamento da Educação Infantil para que ele fique alinhado com as premissas da BNCC?

        A partir das Assessorias que venho realizado em vários municípios brasileiros sobre esse assunto, organizei algumas dicas fundamentais para que você entenda os principais elementos que devem estar presentes nos Planejamentos das aulas no contexto da Educação Infantil, de acordo com a Base Nacional Comum Curricular.

1. Indicar quais Direitos de Aprendizagem e Desenvolvimento a Atividade visa trabalhar.

No seu Plano de Aula é importante que apareça descrito quais dos Direitos de Aprendizagem e Desenvolvimento (DAD) a Atividade que você irá realizar com as crianças visa trabalhar. Busque na BNCC todos aqueles DAD que se relacionam com sua proposta pedagógica.

2. Indicar os Campos de Experiência e os Objetivos de Aprendizagem e Desenvolvimento que a Atividade visa trabalhar.

Além dos Direitos de Aprendizagem e Desenvolvimento, um Planejamento da Educação Infantil adequado e de acordo com a BNCC, deve detalhar todos os Campos de Experiências que serão trabalhados, bem como os Objetivos de Aprendizagem e Desenvolvimento (com seus Códigos alfanuméricos) de cada Campo de Experiência, tendo em vista a faixa etária que o Planejamento irá atingir.

Portanto, é fundamental que o docente conheça detalhadamente os Objetos de Aprendizagem e Desenvolvimento da faixa etária com a qual trabalha – Bebês; Crianças bem pequenas; Crianças pequenas - previstos na BNCC.

3.Indicar quais Competências a Atividade visa desenvolver.

Já que a BNCC propõem que o Currículo da Educação Básica brasileira desenvolva competências nos alunos, é fundamental que um bom Planejamento, além de atender as dicas citadas anteriormente, ainda apresente as Competências que a Atividade visa desenvolver nos alunos.

Sendo assim, o professor precisa analisar cuidadosamente as 10 Competências Gerais da BNCC e encaixar as que mais se relacionam com os Objetos de Aprendizagem e Desenvolvimento já descritos no Planejamento.

Pronto, assim você terá um Planejamento bem estruturado e totalmente alinhado com a BNCC. Tenho certeza que o Coordenador Pedagógico da sua escola ficará satisfeito com seus Planos de Aula.

Caso tenha alguma dúvida ou alguma consideração a fazer, compartilhe nos comentários.

Por: Profª Me.Tatiane Peixoto Isaia (Coordenadora Pedagógica da Impare Educação)


136 visualizações