• Impare Educação

Formação docente continuada: Chave para o sucesso da Educação finlandesa

Atualizado: Abr 6

A Finlândia, desde o início deste século, tem sido referência mundial quanto a qualidade em educação. Tal constatação se deu através dos resultados que o país vem apresentando no Programme for International Student Assessment (PISA), considerada a mais importante avaliação do nível de qualidade do ensino oferecido pelos países, cujo escopo consiste em comparar níveis de proficiência entre os(as) alunos(as).


Portanto, tendo em vista o destaque da Finlândia no PISA, a Ministra de Educação de lá, Srª Sanni Grahn-Laasonen, em entrevista, indicou o que, para ela, consiste na “chave” principal do sucesso educacional oferecido no país: a formação docente continuada.

Em sua perspectiva, a formação de docentes é tida como questão fundamental, visto que todo o processo educativo necessita de profissionais aptos e capacitados para mediar um aprendizado de qualidade. Lá, salienta ela, os docentes têm autonomia pedagógica, não são avaliados e possuem níveis de formação acadêmica altos. Recebem confiança em realizar o seu trabalho pedagógico, o que estimula a promoverem um ensino que traga ótimos resultados. Além do mais, os docentes recebem formação em prol do trabalho por currículo de competências, pelo fomento do pensamento crítico e criativo; atendendo, assim, as exigências do Século 21.

Além disso, Laasonen acredita que investir na etapa da Educação Infantil, possibilitando momentos experienciais, envolvendo brincadeiras, instiga as crianças a entenderem esse ambiente formador. Do mesmo modo, torná-lo mais divertido e agradável, respeitando as características das faixas etárias, como a ludicidade na infância por exemplo, permite chegar cada vez mais perto do sucesso escolar, posto que é reflexo da motivação das crianças.

Por fim, notabiliza-se o quão essencial é o investimento na formação docente continuada, dado que docentes com alto nível de formação são imprescindíveis no sucesso do processo de ensino e aprendizagem dos(as) alunos(as). Além disso, é importante entender o papel que o corpo social exerce para com esse grupo, tendo em vista que devem confiar no desempenho pedagógico dos profissionais da área da Educação. De todo modo, estes pontos auxiliam na adaptação das direções curriculares para um ensino pertinente ao Século 21, considerando que as demandas contemporâneas precisam ser atendidas adequadamente, visando o desenvolvimento integral dos sujeitos.


#formaçãodocente

#educaçãofinlandesa

0 visualização

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram