• Tatiane Peixoto Isaia

Linguagem Musical na Educação Infantil e a Base Nacional Comum Curricular

Atualizado: Jun 14

Como já sabemos, a Base Nacional Comum Curricular consiste em uma importante política pública educacional que guia e orienta todo o processo de elaboração dos novos Currículos Escolares dos municípios, bem como na (re)elaboração dos Projetos Políticos Pedagógicos das escolas das Redes de Ensino, nos Planejamentos e na organização dos espaços, do tempo e das práticas pedagógicas a serem desenvolvidas nos ambientes de Educação Infantil formal. Construído com ampla participação de docentes, técnicos, especialistas e da comunidade escolar, a Base Nacional Comum Curricular é toda organizada em Saberes e em Objetivos de Aprendizagem e Desenvolvimento, que, por sua vez, precisam ser utilizados como referência no planejamento das ações pedagógicas voltadas para os educandos. Sendo assim, no contexto da Educação Infantil, a Base Nacional Comum Curricular, visa organizar os Saberes e os Objetivos de Aprendizagem e Desenvolvimento dentro dos Direitos de Aprendizagem e Desenvolvimento, entendidos a partir de uma concepção epistemológica que leva em consideração as práticas socioculturais. Sendo assim, os Campos de Experiências, estão estruturados de modo a deixar evidente a necessidade da escola de proporcionar às crianças vivências, interações e desenvoltura delas diante de suas potencialidades, a partir de uma educação sensível (educação que prime pela audição, pela visão, pelo tato, pelo olfato e pelo paladar), fomentando, consequentemente, na criança, o aprimoramento das percepções de mundo e a utilização das diversas linguagens artísticas como forma de expressão e de criação livre. Portanto, por exemplo, a Linguagem Musical, consiste em uma das expressões artísticas contempladas na Base Nacional Comum Curricular, em especial, contemplada dentro do Campo de Experiência “Traços, Sons, Cores e Formas”. Logo, a Linguagem Musical passa a ser considerada como uma via para a educação sensível e está estruturada a partir de saberes que são essenciais para a educação integral dos Bebês, das Crianças bem pequenas e das Crianças pequenas. Isso porque, de acordo com a BNCC, o principal saber a ser consolidado na criança dentro desse Campo de Experiência consiste em: proporcionar às crianças experiências nas quais elas possam vivenciar proposições pedagógicas que as possibilitem estar diante de atividades prazerosas e desafiantes que permitam a livre expressão, o resgate da sensibilidade, o fomento da criatividade, da troca de ideias, do reconhecimento de sensações e de sentimentos, por meio da utilização da voz, do corpo, de diferentes materiais sonoros e da interação constante com canções que primem pelo princípio estético. Tendo em vista tudo isso, a Metodologia da Impare Educação visa ser um instrumento pedagógico que vem ao encontro da Base Nacional Comum Curricular, isso porque, dentro da Metodologia da Impare, a Linguagem Musical está estruturada de modo a contemplar práticas pedagógicas de Educação Musical, a partir da Educação Sensível, para serem desenvolvidas com os educandos e que explorem, intencionalmente, os Saberes e os Objetivos de Aprendizagem e Desenvolvimento presentes na BNCC. Vamos juntos(as) trabalhar a Linguagem Musical de modo a contemplar uma educação sensível, sociocultural, de qualidade e que leve em conta as interações e as brincadeiras? Para conhecer com mais detalhes o trabalho desenvolvido pela Impare Educação, Curta nossa página no Facebook e se cadastre no nosso Messenger. Será um prazer compartilhar com você práticas pedagógicas alinhadas com a BNCC e em prol de uma Educação Sensível.


#linguagemmusical

#educaçãoinfantil

#bncc

#aprendizagem

#camposdeexperiência

#metodologiaimpare

0 visualização

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram