• Tatiane Peixoto Isaia

Planejar no Ensino Fundamental: como organizar o Plano de Aula a partir da BNCC

Atualizado: Jun 14



Entenda os principais elementos, de acordo com a Base Nacional Comum Curricular, que devem estar presentes nos Planejamentos das aulas no contexto do Ensino Fundamental.


Por: Profª Me.Tatiane Peixoto Isaia (Coordenadora Pedagógica da Impare Educação)

O Ensino Fundamental, etapa que vai do 1º Ano ao 9º Ano, está organizado, dentro da Base Nacional Comum Curricular de modo a contemplar: a Educação Integral dos alunos, por meio do fomento do desenvolvimento de Competências e de Habilidades; e, os princípios estruturantes da Educação Básica brasileira (princípios éticos, políticos e estéticos), estabelecidos pelas Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica.


Para tanto, a BNCC estabelece a organização do Ensino Fundamental por Áreas do Conhecimento. São cinco as Áreas: Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Ensino Religioso. Cada Área possui seus Componentes Curriculares (antigas disciplinas) e, em alguns casos, ainda há Unidades Temáticas dentro dos Componentes Curriculares.


Além das dez Competências Gerais da BNCC, existem Competências Específicas das Áreas de Conhecimento e Competências Específicas dos Componentes Curriculares.


Sendo assim, no contexto da escola os docentes têm o papel de garantir aprendizagens mínimas necessárias, firmadas pela BNCC, para que os alunos do Ensino Fundamental desenvolvam Competências. E para tanto, é necessário se trabalhar com Habilidades e com os Objetos de Conhecimento que, por sua vez, se relacionam com conteúdos escolares.


O foco do Ensino Fundamental não é mais o conteúdo pelo conteúdo, pois para que a Educação Integral aconteça de modo que Competências Cognitivas e Competências Socioemocionais sejam consolidadas nos alunos, as Habilidades passam a ser a via pedagógica primordial. Isso porque, quando o docente compreende que a construção significativa da aprendizagem se dá pelo aguçar da curiosidade que é inerente dos alunos, criam-se proposições metodológicas que levam a exploração ativa dos alunos sobre o meio físico e social, favorecendo, consequentemente, o processo de ensino-aprendizagem.


Nesse sentido, o professor precisa planejar atividades pedagógicas com a intencionalidade de favorecer o processo de aprendizado e de desenvolvimento, possibilitando que os alunos do Ensino Fundamental explorem suas potencialidades e deixem evidentes suas concepções de mundo.


Mas como organizar o Planejamento do Ensino Fundamental para que ele fique alinhado com as premissas da BNCC?


A partir das Assessorias que venho realizado em vários municípios brasileiros sobre esse assunto, organizei algumas dicas fundamentais para que você entenda os principais elementos que devem estar presentes nos Planejamentos das aulas no contexto do Ensino Fundamental, de acordo com a Base Nacional Comum Curricular.


1. Indicar quais das dez Competências Gerais da BNCC que a Atividade visa trabalhar.

No seu Plano de Aula é importante que apareça descrito quais das dez Competências Gerais da BNCC a Atividade que você irá realizar com os alunos visa trabalhar. Busque na BNCC todas aquelas Competências Gerais que se relacionam com sua proposta pedagógica.


2. Indicar quais Áreas do Conhecimento e quais Componentes Curriculares a Atividade visa trabalhar.

Além das Competências Gerais, um Planejamento do Ensino Fundamental adequado e de acordo com a BNCC, deve detalhar todas as Áreas do Conhecimento que serão trabalhadas na aula, bem como os Componentes Curriculares e as Unidades Temáticas.


3.Indicar quais Competências Específicas a Atividade visa desenvolver.

Já que a BNCC propõem que o Currículo da Educação Básica brasileira desenvolva competências nos alunos, é fundamental que um bom Planejamento, além de atender as dicas citadas anteriormente, ainda apresente as Competências Específicas que a Atividade visa desenvolver nos alunos.

Sendo assim, o professor precisa analisar cuidadosamente as Competências Específicas das Áreas do Conhecimento e dos Componentes Curriculares da BNCC e encaixar as que mais se relacionam com os objetivos de aprendizagem do Planejamento.


4. Indicar os Objetos de Conhecimento, as Habilidades e os Conteúdos que a Atividade visa trabalhar.

Além das Competências Gerais e das Específicas da BNCC, um bom Plano de Aula precisa ainda indicar quais Objetos de Conhecimento e quais Habilidades serão trabalhados com os alunos naquela aula. Portanto, é relevante que o docente conheça detalhadamente os Objetos de Conhecimento e as Habilidades estabelecidas pela BNCC, pois é fundamental que os Conteúdos a serem explorados com os alunos estejam plenamente relacionados com essas Habilidade e com esses Objetos de Conhecimento.


Pronto, assim você terá um Planejamento bem estruturado e totalmente alinhado com a BNCC. Tenho certeza que o Coordenador Pedagógico da sua escola ficará satisfeito com seus Planos de Aula.


Caso tenha alguma dúvida ou alguma consideração a fazer, compartilhe nos comentários ou nos contate através do e-mail contato@impare.com.br.


#impareeducação

#bncc

#planodeaula

#educaçãobásica

#ensinofundamental

#competênciassocioemocionais

0 visualização

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram